sábado, 25 de fevereiro de 2012

Gaya, eu Te Amo!

Pelas areias tórridas,
que os Ventos rodopiam
nos desertos do oriente

pelas Águas que fluem
do Teu Sagrado Ventre

pela Terra que sustenta
o caminhar dos bilhões de pés
da raça humana

pelo Fogo que corre em Tuas entranhas

Gaya, eu te amo!

Gaya,
Sinto Muito, me Perdoe, Obrigado,
Eu te amo, eu te amo, eu te amo!

Autora: Edna Molina